Universidade da Baixada é um investimento estratégico

Universidade da Baixada é um investimento estratégico

O Presidente da Alerj destaca importância da instituição de ensino que Estado vai inaugurar em abril de 2024 em Campos.

Rodrigo Bacellar (PL), está mapeando o resultado das intervenções do governo Cláudio Castro no Norte e Noroeste Fluminense.

Ao fazer um balanço sobre ações voltadas para Campos, sua cidade natal, ele destacou a Universidade da Baixada Campista.

Na avaliação do parlamentar, o investimento é estratégico para formação de mão-de-obra qualificada e fomento à geração de trabalho e renda.

“Quem passa na Campos-Farol, ali em Baixa Grande, se impressiona com o tamanho da obra. Muito em breve vamos ter a Universidade da Baixada Campista. E acompanho este sonho desde o início, quando estava na secretaria estadual de Governo e dialoguei com o governador Cláudio Castro sobre a importância da nossa Baixada”, destacou Bacellar.

O deputado estadual considera a obra um legado para Campos, tendo vista que o município é retroárea e oferece suporte logístico ao Porto do Açu, o maior empreendimento portuário da América Latina, em São João da Barra.

“Lógico que programas sociais são importantes, mas o melhor programa social é o trabalho. E essa universidade vai capacitar nossos jovens e preparar o povo de Campos e da região para o mercado de trabalho, com o que há de mais moderno. Essa é uma marca muito forte, um legado que estamos deixando”, disse.

Entenda o empreendimento

A Universidade da Baixada tem previsão de inauguração para abril de 2024.

A instituição de ensino vai contar com centro de monitoramento para servir como vetor de desenvolvimento de ambiente smart city; hubs de inovação que reúnem startups e núcleos ativos de difusão de empreendimentos.

Contará também com programas de formação de startups em apoio a empreendedores; alas de interatividade científica, exposições, conferências e workshops abertos ao público.

#sjb24h

sjb24h